domingo, 13 de fevereiro de 2011

16 de maio

16 de maio


1906 - Começa a revolução de Generoso Ponce




Pela manhã, em Corumbá estoura a revolução chefiada pelo coronel Generoso Ponce contra o governador Totó Paes, em Cuiabá. O primeiro ataque, encabeçado pelo tenente Clementino Paraná (foto), é contra o quartel da polícia, na rua Santa Tereza, imediatamente submetido. De acordo com os planos pré-estabelecidos, são cortadas as comunicações telegráficas, senha combinada para o desencadeamento das operações nas demais cidades do Estado.

“A população corumbaense - segundo Lécio Gomes de Souza - inclusive senhoras e senhoritas, acolhem efusivamente as notícias dos últimos sucessos e as ruas centrais da cidade regurgitam de povo, trazendo os homens ao pescoço lenços vermelhos e as mulheres, presos aos vestidos, laços de fita da mesma cor, representativa do partido exaltado. A essas manifestações de entusiasmo não se alheiam elementos da guarnição, sem embargo das claras ordens contidas nos regulamentos".



Generoso Ponce chega a Cuiabá no dia 6 de julho, toma a cidade e derruba o governo do cel. Antonio Paes de Barros (Totó Paes).


A primeira revolta de Generoso Ponce ocorreu em janeiro de 1892, quando conseguiu reconduzir ao governo do Estado o advogado Manoel Murtinho, vítima de um golpe conduzido por militares de Corumbá. 


FONTE: Lécio Gomes de Souza, História de Corumbá, edição do autor, Corumbá, sd., página 94.








16 de maio

1971 - Morre em Corumbá o jornalista Valério D'Almeida


Valério D'Almeida, o cronista de Campo Grande

Nascido em Campo Grande em 16 de novembro de 1899, faleceu em Corumbá, o jornalista e contabilista Valério de Almeida. Estudou em sua cidade natal onde viveu até 1943. Foi secretário da prefeitura municipal, inspetor estadual de ensino no governo Mário Correa e contador da Subsistência da 9a. Região Militar. Mudou-se para Corumbá para exercer a função de contador do Serviço de Navegação da Bacia do Prata. 

Como jornalista escreveu para o Jornal do Comércio, O Combate, Revista Folha da Serra (Campo Grande), A Tribuna, O Momento (Corumbá) e outros órgãos da imprensa de Mato Grosso.

Parte de sua obra, crônicas, artigos e contos estão no livro Campo Grande de Outrora, publicado em 2003, por iniciativa do Instituto Histórico e Geográfico de Mato Grosso do Sul e da Fundação de Cultura de Campo Grande.



FONTE: Valério D'Almeida, Campo Grande de Outrora, Letra Livre, Campo Grande, 2003, página 75.




Nenhum comentário:

23 de maio

23 de maio 1980 - Morre Zacarias Mourão Nascido a  15 de março de 1928 , em Coxim, é assassinado em Campo Grande, em 23 de maio de 1...